Palpite Rosa Arquivos Pet - Página 4 de 6 - Palpite Rosa
25
fev/2015
pet category image
Bolo de aniversário

Olá pessoal! Ontem o Napoleão (meu schnauzer) completou 6 aninhos. Como de costume comemoramos aqui em casa, afinal ele também faz parte da família, sempre compro carne enlatada para cães e coloco uma vela, mas esse ano resolvi fazer diferente, fiz um bolo de verdade para ele. Então vamos a receita?

Ingredientes

370 g de alimento canino em lata
1 xícara de farinha
1 1/2 colher de fermento
1/2 kg de fígado de boi
2 ovos, separadas as claras e gemas
1 potinho de requeijão cremoso para decorar

Modo de preparo

Ferva o figado de boi com um pouco de água até que fique bem cozido, quando o fígado já estiver frio, liquidifique juntamente com as gemas transformando em uma pasta, em seguida acrescente o alimento canino, misture um pouco e acrescente a farinha, misture bem e reserve, bata a clara com o fermento e junte a massa, misturando delicadamente. Assim que a massa estiver pronta, coloque em uma assadeira untada e leve ao forno pré aquecido por cer de 35 a 40 minutos. Depois de assado decore o bolo com o requeijão.

Dica: Coloque biscoitos em forma de ossinho para acrescentar na decoração.

Passo a passo em vídeo


Inscreva-se aqui: 

Vendo o vídeo da pra perceber o quanto o Napoleão gostou do seu bolo, comeu o primeiro pratinho, repetiu e queria mais, mas atenção, não de tudo de uma vez porque seu pet pode passar mal. Espero muito que vocês tenham gostado da receita de hoje, tenho certeza que os amiguinhos (as) de vocês vão adorar também! Sei que para muitos fazer um bolo de aniversário para um animal de estimação é bobeira, mas vejo como uma forma de agradecer todo o carinho que ele tem por mim. Pois só quem tem e ama os animais, sabe o quanto eles são especiais, realmente criaturas divinas, anjinhos com patas.

Beijos meus  (piscada)  e lambidas do Napoleão  para todos

Josi Barcick
16 pessoas amaram






30
jan/2015
pet category image
Verão? Cuide bem do seu cão

Olá pessoal! Tudo bem? Não sei vocês, mas eu amo o verão, calor, sol, mar piscina, acho isso tudo uma delicia. Com o calor e o sol forte, nossos cuidados tornam-se redobrados, usamos roupas frescas, tomamos muito liquido e abusamos do protetor solar. Infelizmente com os nossos amiguinhos é mais complicado, além da pelagem eles não possuem as glândulas de suor, notem que em dias mais quentes eles estão sempre de boca aberta com a linguá de fora e ofegantes, isso porque estão fazendo com que o ar frio entre e resfrie o corpo. Pensando no Napoleão (Meu Schnauzer) pesquisei o que poderia fazer para aliviar o seu sofrimento, descobri algumas coisinhas e resolvi trazer pra vocês também poderem ajudar os amiguinhos de vocês. Então vamos as dicas?

 Sempre deixe água fresca, se possível resfriada, mas não gelada. E vá trocando ao longo do dia.

 Evite passear com eles em horários de mais calor, além de deixá-los ainda mais ofegantes eles podem se queimar, procure sair de manhã e no fim do dia, buscando sempre uma sombra. Uma dica legal é você fazer o teste com o seu próprio pé, para ver se o solo está muito quente o não, se estiver bom pra você estará para eles também.

 Não use focinheiras totalmente fechadas para passear.

 Nunca em hipótese alguma, os deixe dentro do carro, mesmo com as janelas semi abertas. Eles podem passar mal podendo ser fatal.

 Não de banhos com água muito quente, o mesmo serve para o secador.

 Se a raça do seu cão permite ser tosado, diminua o máximo possível do seu pelo.

Se for deixa-lo sozinho em algum lugar, certifique-se que o mesmo terá um lugar fresco com sombra.

 Não obrigue seu animal fazer esforço físico em horários de muito calor.

 Se a raça do seu cão gosta de água como os Labradores, tome cuidado com a piscina, a chance deles entrarem para se refrescar é grande e provável que não vão conseguir sair, correndo o risco de se afogarem.

Não é nenhum bicho de sete cabeças né gente? Pequenos detalhes que com certeza farão a diferença no dia a dia do seu bichinho de estimação! Afinal eles nos dão tanto amor e carinho que o mínimo que podemos fazer por eles é retribuir!

Espero que vocês tenham gostado da dica! Beijos meus e lambidas do Napoleão para todos vocês. (piscada)

Josi Barcick
11 pessoas amaram






31
dez/2014
pet category image
Medo de fogos de artificio

fogos-1a

São poucos os animais que não tem medo de fogos de artificio, principalmente os cães e gatos, para que eles se sintam mais confortáveis nessas datas de festas é preciso treina-los. O ideal seria que no minimo um mês antes colocar todos os dias e várias vezes ao dia, para eles ouvirem os sons dos fogos (no Google encontra), comece com o som bem baixinho onde não os assustem tanto, em seguida brinque com seu animal e de petiscos a ele, ao passar dos dias vão aumentando o volume do som e continue com os petiscos e as brincadeiras, fazendo isso eles vão associar o som com petiscos e as brincadeiras e ficarão mais tranquilos. Como me preocupei só agora com isso (dona desnaturada) pesquisei algumas dicas do que fazer na hora e descobri que fazia muita coisa errada, segue as dicas abaixo:

Não deixe seu pet sozinho.
 Tranque bem portas, portões e janelas.
 Isole o som e a luz o mais que puder.
Ofereça brinquedos novos, petiscos e ossos de borrachas, para distraí-lo.
Se ele fica dentro de casa, prepare um lugar em que ele possa se abrigar, uma pequena “toca” em que se sinta seguro.
Coloque um CD de música calma para ele.
Nunca saia com o animal na hora dos fogos.
Alimente seu pet uma hora antes dos jogos, para que ele esteja com sono na hora do foguetório.

Se o caso for muito severo o ideal é leva-lo ao veterinário para que ele passe uma medicação que acalme ou até mesmo adormeça seu animal. Lembrando que apenas pessoa capacitadas podem fazer isso, não vão sair por aí medicando por conta própria!

O Napoleão tem muito medo de fogos, vou seguir as dicas que sitei acima. E os animaizinhos de vocês? Também tem medo de fogos?

Espero que tenham gostado das dicas! Beijos (piscada)  e lambidas 

Josi Barcick
21 pessoas amaram