Palpite Rosa 9 outubro, 2015 - Palpite Rosa
9
out/2015
palpites-gerais category image
100 happy days

Sem títuloMuitas pessoas acham que minha vida é um mar de rosas, que não tenho problema nenhum e que tenho a vida mais fácil desse mundo. Um dos principais motivos é porque estou sempre sorrindo, muitas pessoas me perguntam “Moça, você está sempre sorrindo? Ninguém consegue ser tão feliz assim!”. Aí pergunto pra vocês: O que é felicidade? O que realmente te faz feliz? A grande maioria confunde conquistas com felicidade, se tiver o carro do ano sou feliz, se morar na cobertura sou feliz, comprei, gastei, adquiri… Não sejamos hipócritas, claro que as conquistas nos fazem felizes, mas essa é uma felicidade vazia que logo vai passar, é preciso muito menos que isso. Menos? Sim, para se ter a felicidade verdadeira é preciso apenas uma coisa: GRATIDÃO! Fique feliz por acordar todos os dias, por ter o que comer, onde dormir, claro que a vida não é fácil e que muitas vezes parecemos peões de um tabuleiro nesse mundo, são roubos, traições, dividas, tudo faz com que nos coloquemos para baixo, mas não é possível que no mínimo uma coisa no seu dia não te faça feliz. Não gosto de contar muito sobre minha vida, mas vou contar uma historinha pra vocês.

Já faz alguns anos, 10 anos e 5 meses para ser especifica que tiraram a vida de um tio que eu era simplesmente apaixonada, deixando a gente, minha tia e meu priminho de apenas 6 anos. Três anos seguidos de sua morte meu priminho se queixou de uma dor no pescoço, minha tia viu que estava inchado e o levou no médico, foram 6 longos meses de sofrimento, diagnosticaram um câncer raro entre o pulmão e o coração, tinha menos de 1% de chance. Pensem na revolta de todos! Me envergonho de falar isso, mas fiquei com raiva de Deus, por que meu Deus? Por quê? Qual é o seu problema? Pra que permitir isso com uma criança? O Leo era uma criança linda, querida por todos, era até engraçado porque todos o conheciam no trajeto da escola, sempre educado cumprimentava todo mundo. Agora estava ali, indefeso, lutando todos os dias por sua vida. O visitei poucas vezes, não aguentava o ver naquele estado. Mas aquele menino de 9 anos me ensinou a maior lição de todas e sabem por quê? Ele estava sempre sorrindo! Lógico que passou por muitos momentos de dor, chorou e se revoltava, mas sempre em algum momento do dia ele estava sorrindo e fazendo os outros sorrirem. Em uma das minhas visitas ele me pediu coxinha com coca, essa era uma das coisas que mais o deixava feliz, em seus últimos dias ele não conseguia mais comer, mas queria muito tomar uma coca-cola, ele sempre tomava na veia 30 ml de água por dia, nesse dia a enfermeira deu 20 ml de água e 10 ml de coca-cola e ele além de sorrir já estava fazendo as contas de que no outro dia poderia ser ao contrário. Bom já deu pra perceber que nosso anjinho nos deixou, foi e continua sendo muito doloroso, mas se ele que estava naquela situação conseguia sorrir e de certa forma ser feliz, por que eu não conseguiria?

Realmente a vida não é fácil, mas cada um da a importância que quer para seus problemas, se aprendermos a ser felizes com aquilo que temos e com o que somos, nada vai nos impedir a evoluir e encontrar a verdadeira felicidade.

Hoje proponho um desafio, vocês já ouviram falar em 100 Happy Days? Encontrei esse site que nos desafia a postar todos os dias (por 100 dias) uma foto do que te fez feliz com a #100happyday, pode ser qualquer coisa, uma xícara de café, seu au-au, bebê, amigos, em fim, tudo aquilo que de certo modo te fez feliz. Achei essa ideia incrível, pois vai nos mostrar que de certa forma, por mais que o dia esteja sendo uma M bem grande, sempre temos motivos pra sorrir. Já tentei uma vez e não consegui, mas foi por falta de internet (ahahaha)! Você pode acessar o site para mais informações clicando aqui.

E aí? Vai encarar? Hoje estarei dando início a mais esse desafio! Quem vem comigo?

Ufa, acho que nunca escrevi tanto assim (ahahaha)!

Beijos (piscada)

Josi Barcick
8 pessoas amaram